LIGUE PARA GENTE

(51) 3273.3879 | (51) 3223.0608

Para a medição de um determinado parâmetro elétrico (por exemplo: tensão ou corrente elétrica), recomenda-se a utilização de um equipamento que tenha o seu fundo de escala ligeiramente acima ou igual à faixa de corrente máxima que se deseja medir. Esse cuidado na escolha do equipamento de medição faz com que se consiga uma melhor resolução na leitura do instrumento e, conseqüentemente, um menor erro de medida. Observação: Deve-se ter o cuidado de que o valor da medida também nunca ultrapasse o valor máximo medido pelo equipamento.

Vamos dar um exemplo:

Nós temos a nossa disposição um transdutor  de corrente SECON modelo 50C010VLF-220VAC, que tem as seguintes especificações:

– Faixa de medida (FE): 50Aac

– Sinal de saída: 0 a 10Vcc proporcional RMS

– Erro de medida máximo: 1% do FE

– Alimentação: 220Vac

 

Desta forma, se estiver circulando 50Aac no condutor em que estamos medindo a corrente, na saída do transdutor teremos 10Vcc. Se estiver passando 25Aac no condutor, teremos 5Vcc na saída. Ou seja, a saída do transdutor varia de forma linear em relação a corrente medida, variando de 0 a 10Vcc quando a corrente medida variar de 0 a 50Aac. Já o erro da medida máximo será de 0,5Aac que corresponde a 1% de 50Aac.

Vamos supor que agora queiramos medir uma corrente de no máximo 22A. Se continuarmos utilizando o transdutor modelo 50C010VLF-220VAC, teremos ainda um erro de medida máximo de 1% do fundo de escala (0,5A); entretanto, este erro de 0,5A corresponde a 2,27% de 22A. Para contornarmos este fato, podemos utilizar um transdutor com um fundo de escala menor, como o modelo 25C420ALF-220VA (ver especificação abaixo)

 

– Faixa de medida (FE): 25Aac

– Sinal de saída: 0 a 10Vcc proporcional RMS

– Erro de medida máximo: 1% do FE

– Alimentação: 220Vac

 

O erro de medida máximo desse modelo é de 0,25A (1% de 25Aac) que corresponde a 1,13% de 22A. Um erro bem abaixo dos 2,27% proporcionados pela utilização do transdutor anterior.

Assim, deve-se ter um cuidado importante de se escolher o fundo de escala do equipamento em uma faixa ligeiramente acima do valor máximo que poderá ocorrer no sistema a ser monitorado.

Para melhorar a resolução na medição de equipamentos de leitura de corrente janelados, ver o artigo “COMO MELHORAR A RESOLUÇÃO NA MEDIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE LEITURA DE CORRENTE JANELADOS”

 

IMPORTANTE:  Esta regra apresentada aqui  vale para equipamentos que fazem medição desde 0 até um valor específico (0 a 100V, 0 a 35A, etc). Para equipamentos que não começam sua leitura em 0, temos que adaptar esta regra.

Por exemplo, transdutores de freqüência normalmente são especificado para medir uma determinada faixa de freqüência (55Hz a 65Hz, 10Hz a 100Hz, etc). Neste caso, normalmente o melhor critério é a escolha de um equipamento cuja faixa de medição nunca seja menor que a faixa de operação do sistema, mas que também não seja muito maior que esta faixa de operação. Quanto mais próximas estiverem as faixas de medição e as de operação, menor o erro de leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *